Ao longo do tempo a mídia atravessou diversos estágios de desenvolvimento. Tal
evolução sempre esteve diretamente relacionada com o desenvolvimento das
economias e sociedades à sua volta. Dessa forma os livros, os jornais assim como
as revistas a seu modo transformaram a civilização, e de certa maneira moldaram a
esfera pública, conseqüentemente modificaram a cultura. Um dos fatores marcantes
que contribuiu diretamente nas grandes mudanças políticas e sociais da
humanidade, ressaltando a Revolução Francesa entre outros. Entender a evolução
da mídia leva a compreensão do próprio comportamento humano. Portanto esta
pesquisa científica buscou como objetivo geral abordar a evolução histórica da mídia
no Brasil e no mundo, ressaltando como objetivos específicos: analisar as
transformações da evolução da mídia; abordar a influência da mídia no
comportamento das pessoas e analisar as possibilidades futuras da mídia. Por meio
de uma revisão bibliográfica junto aos principais teóricos que abordam o tema em
questão buscou-se a fundamentação teórica para a pesquisa.

Para entender o Futuro do Marketing Digital requer uma analise profunda, sei que alguém ao chegar neste post pode estranhar. Para quem busca saber as tendencias do Futuro encontrar uma matéria falando do passado da internet no mundo. Isso mesmo!  É preciso conhecer um pouco da historia da internet para conseguir fazer projeção. Entender como se deu esta transformação radical, parece muito tempo mas é somente 20 anos.

A Microsoft no ano de 1995  inclui no pacote do Windows 95 o Internet Explorer. Lembro que na época eu estava em um cursinho de informatica e pergunte para ao Instrutor. “Qual a função do Internet Explorer?” Ele Respondeu que era para ver arquivos. Claro que ele não sabia para que servia o Internet Explore. Isso é só uma amostra que nem as pessoas que trabalhavam com computador estavam preparada par internet.

O lançamento do Windows 95 aconteceu em 24 de agosto de 1995. Este acontecimento revolucionou o mercado de sistemas operacionais e passou a vir instalado por padrão com o MS-DOS 7.0. A partir dai todos queria ter um computador em casa, eu só consegui o meu no ano de 1999 e no ano seguinte 2,000 o número de pessoas com computadores atingia a marca de 500 milhões em todo o mundo.

1º Lição olhar onde ninguém esta olhando

Enquanto o mercado de software crescia e a briga era para conquista os donos de PC O Windows 95 se torna o software mais instalado no mundo e Internet Explorer se tornava o navegador da web mais usados do mundo, atingindo a marca de 95% dos usuários da web este reinado durou até 2003.

num passado não tão longe as mídias eram muito diferente do que vemos hoje, vamos começar falando dos formas diferentes de ver as midias David Carr  foi destaque no documentário no ano de 2011 Page One: Inside the New York Times,onde ele entrevistou um jornalista da revista Vice, Carr Fez duras criticas ao dizer que falta conhecimento jornalístico. Sua matéria sobre a revista gerou um claro conflito entre o jornalismo online e o jornalismo tradicional.

David Carr publicou uma história sobre o Sports Illustrated. Nesse artigo, ele dava início das mudanças no Marketing e a chegada do (Marketing Digital ) isso começaram a agitar a indústria de mídia impressa. Os milhares de dólares da publicidade estavam em declínio e a indústria impressa nunca mais se recuperaria. As mudanças chegaram como uma grande avalanche arrastando os anunciantes para o Mercado Digital, em pouco tempo vimos jornais e revistas fecharem as portas e milhares de jornalistas tendo que se adaptar rapidamente as mudanças. No Brasil o quadro se repetiu empresas perdem anunciantes para o Marketing Digital começo a dar sinal que tinha chegado para ficar.

A era de ouro do rádio onde ele era dominante de entretenimento de 1890 a 1950.
A televisão se impôs como entretenimento familiar a partir do ano 1950 até os anos 2000 reinou absoluta. Já em 2012  perdeu seu reinado para a internet. Mas e agora o que esperar da era digital?

O que é exatamente digital e o Futuro do Marketing Digital na América Latina e no Brasil
Diferente do radio e da televisão onde eramos expostos as programações e tinha que seguir uma grade de horários de programas a internet o usuário tem a liberdade de assistir o que quer e quando quer , era somente alguns canais na televisão onde a Rede Globo ainda é líder até hoje, mas o YouTube tem mais de um bilhão de usuários este é o número de usuários que o YouTube tem, que é quase um terço da Internet. Um bilhão de horas assistidas por dia.

Era da digitalização (onde o tudo o que é escrito, falado, ouvido e visto está virando bit)
A busca por performance e da precisão se torna cada vez mais uma obsessão por parte de agencia, empresários e profissionais de Marketing
Vivemos na era da conectividade, estamos conectados 24 horas por dia, nossos celulares deixaram de ser telefone para ser tornarem computador portáteis, melhores que nossos PC, cheio de aplicativos e intervenções. Hoje não precisamos mais do Jornal nacional para saber o que está acontecendo de importante.

Ao mesmo tempo é também a era exposição todos estão muito mais expostos, você consegue saber o que seu amigo fez no final de semana simplesmente acessando a sua rede social. NEM TUDO É RUIM a comunicação é muito mais fácil hoje que no passado, isso ajuda as pessoas e também as marcas. E porque ajudam as marcas as pessoas utilizam as tecnologias para compartilhar o que fazem, compram, pensam, vêem e criando mais e mais informação, isso acaba gerando uma grande massa de informação. O marketing digital acaba aproveitando destas informação para amentar a precisão em suas campanhas, montando verdadeiros departamentos de métricas

David Carr  faleceu dia 12 de fevereiro de 2015 aos 58 anos, deixou um legado para o jornalismo, aos elementos que começaram a mudar irreversivelmente o que significava ser jornalista. Qualquer coisa que conseguiu superar esse ônus da prova recebeu uma espécie de credibilidade que era difícil de encontrar em outro lugar.

Em Buenos Aires, Argentina, 19 de outubro de 2016 – comScore, Inc. (NASDAQ: SCOR) e IMS Internet Media Services (IMS) lançou hoje a segunda edição do IMS móvel na América Latina , um relatório conjunto sobre tendências no uso do consumo e aplicativos móveis digitais em seis países da região (Brasil, México, Argentina, Colômbia, Peru e Chile).

O relatório foi baseado nos resultados de uma pesquisa online dos usuários de smartphones e tablets com 15 anos ou mais velhos. O principal objetivo foi medir o tamanho das audiências para aplicativos móveis específicos que geram impacto na região.

O relatório da com Score O Futuro do Marketing Digital da América Latina

9 em cada 10 pessoas ligadas à internet na América Latina tem um Smartphone

As principais conclusões são:

9 em cada 10 pessoas ligadas à internet na América Latina tem um Smartphone.
O estudo conclui  76% dos usuários móveis, o que representa maior audiência da publicidade digital na América Latina.

Aqui estão alguns destaques relevantes:

Android é a marca líder de smartphones na região, com 81% dos entrevistados que possuem um smartphone Android. Ele também é responsável por mais de 70% dos usuários de tablet.
66% dos usuários de smartphones fez uma compra de seus dispositivos dentro dos últimos seis meses.
Chile e Brasil são os dois países com o maior número de compras feitas a partir de comprimidos.
Um terço dos usuários de tablet no México tem um iPad – o mais elevado de todos os países medidos.
Quase três quartos dos usuários móveis na Colômbia tem Twitter instalado em seu smartphone ou tablet.
Os usuários móveis no Brasil, Colômbia e Chile passam mais tempo conectados em seus smartphones por semana.
85% dos usuários na Argentina utilizar seus aparelhos celulares para ir a sites de redes sociais em uma base regular.
Vídeo, mídias sociais e aplicativos de mensagens eram os mais populares entre os consumidores com WhatsApp, YouTube, Facebook, Facebook Messenger, Google Maps, Instagram e Twitter no topo da lista.
Snapchat e Spotify, em particular, registaram um forte engajamento entre Millennials em comparação com a maioria dos outros aplicativos medido.
consumo de Smartphone é mais elevada entre os Millennials.
” O IMS móvel na América Latina nos ajuda a entender melhor o consumidor móvel na América Latina e avalia a familiaridade e importância que os aplicativos – entre eles os nossos 10 parceiros – têm para os usuários latino-americanos “, disse Gastón Taratuta, CEO e fundador da IMS . “Para nós é uma verdadeira honra para chegar a esta posição no mercado com toda a parceira plataformas nós. Isso significa que nós cobrimos as principais categorias no ambiente de publicidade digital na América Latina, como geolocalização, entretenimento, jogos e social “.

” O estudo confirma que os smartphones são o go-to dispositivo para muitos consumidores como vemos as pessoas em todo o turno região para celular para tudo, e que os meios digitais é onde os consumidores gastam a maior parte do tempo em comparação com outras plataformas como TV, impressão ou rádio, por isso, esperamos que os anunciantes irão mover o seu esforço de marketing e recursos da mesma maneira “,
disse: Marcos Christensen, diretor sênior de comScore na América Latina Cone Sul .

Engajamento da Internet em desktop está migrando para dispositivos móveis

SANTIAGO, Chile, 24 de julho de 2015 /PRNewswire/ — A comScore, Inc. (NASDAQ: SCOR), uma empresa global de medição e análise de mídia, realizou seu webinar anual apresentando o relatório O Futuro Digital da América Latina em Foco 2015, que está agora disponível para download gratuito. O estudo fornece uma revisão anual das principais mudanças ocorridas no comportamento digital do consumidor em vários setores on-line, entre eles no cenário móvel, redes sociais, varejo, vídeo e publicidade digital.

“Ficamos muito satisfeitos por termos recebido mais de 3.000 pedidos de inscrição para o nosso evento on-line”, disse Alejandro Fosk, vice-presidente sênior para a América Latina da comScore. “Reunir um número tão alto de marqueteiros digitais em um único ponto de encontro é algo que não acontece com frequência nos vários eventos digitais ou mesmo tradicionais realizados na região. Esta é uma prova contundente de que os marqueteiros na América Latina estão profundamente interessados em engajar-se e informar-se sobre as mais relevantes tendências e métricas digitais, uma área na qual a comScore é líder reconhecida no mercado.”

Para fazer o download de uma cópia do relatório O Futuro Digital da América Latina em Foco 2015 ou de qualquer estudo disponível sobre outro país, acesse:

A Realidade do Consumo Digital no Brasil

Veja abaixo alguns dos principais tópicos abordados no relatório da América Latina:

A audiência digital hispana nos Estados Unidos atingiu 38,2 milhões de visitantes únicos.
O Brasil tem a maior população digital da América Latina, seguido do México e Argentina.
O engajamento do desktop decresceu, mas a audiência continua a crescer.
Todos os países da região demonstram mais engajamento com vídeos on-line de categorias de conteúdo relevantes.
A publicidade em páginas da Internet (impressão) na região é baseada em anúncios estáticos de tamanho padrão.
Todos os gerentes regionais da comScore na América Latina se reunirão em Santiago no Chile no dia 13 de agosto. Os jornalistas interessados em participar da sessão de perguntas e respostas sobre o relatório e as tendências digitais na região devem enviar um e-mail para prensa@comscore.com para confirmar a participação.

Sobre a comScore

Fundada em 1999 e sediada em Reston na Virgínia, a comScore, Inc. (NASDAQ: SCOR) é uma empresa global de medição e análise de mídia que valoriza e alavanca as audiências e a publicidade digital. Ajudamos compradores e vendedores de mídia a entender e tomar decisões com base no modo no qual consumidores utilizam mídias diversas, entre elas a televisão, vídeos, dispositivos móveis e desktop. Através de seus produtos e parcerias, a comScore auxilia mais de 2.500 clientes a entender sua audiência, conhecer os resultados de sua publicidade e acessar dados onde desejam e precisam. Para mais informações, acesse www.comscore.com