Defensor de marca ou brand advocate.

As redes sociais têm transformado a vida diária de todos nós A eMarketer estima que, em 2012, 74% dos internautas brasileiros acessarão redes sociais, índice que deve crescer para 79% ano que vem e chegar em 82% em 2014.

 

Defensor de marca apple

Defensor de Marca Apple

Muitas empresas têm o conceito de que fazer parte das Mídias Sociais seja é ter perfil no Twitter  ou uma Página no Facebook , se esquecendo que o maior objetivo da rede social é  criar um relacionamento maior com o consumidor 3.0 (consumidor 3.0) uma característica do novo consumidor ou consumidor 3.0 e de compartilhar experiência de comprar ou de uma contratação de serviço com outros usuários nas redes sociais.

 

Esta pode ser uma grande oportunidade para as empresa usar a redes sociais como ferramentas para amadurecer sua presença no cotidiano do consumidor, o resultado e ver pessoas se organizando e tornando se seguidores ou fãs e Brand Advocates Defensores de Marca.

 

 

Os Defensores de Marca são usuários que através de uma boa experiência com a marca passara falar bem da empresa e tem orgulho em falar que usa o consome algum produtos desta marca.

 

Exemplos empresa modelo – Defensor de Marca

Caso da APPLE.

 

Steven Paul Jobs o símbolo da APPLE idolatrado pelos consumidores de seus produtos e por boa parte dos funcionários da empresa que fundou e ajudou a transformar na maior companhia de capital aberto do mundo. Hoje com 1.787.376 fans no FaceBook e  mais de 49.039 comentários por dia

 

Você sempre se perguntou por que tantos fãs da Apple encaram filas quilométricas para comprar um mísero smartphone? De acordo com Alex Riley, da BBC, a razão é simples: a Apple é a religião deles. E a neurociência sugere que ele pode estar certo.

 

Caso Coca-Cola (Coca-Cola) Marca – Alimentos / Bebidas é a marca que possui maior números de seguidor no Facebbok Como 56.024.839

610.765 falando sobre Coca-Cola

[embedplusvideo height=”480″ width=”640″ standard=”http://www.youtube.com/v/nWEgjrvVXUs?fs=1″ vars=”ytid=nWEgjrvVXUs&width=640&height=480&start=&stop=&rs=w&hd=0&autoplay=0&react=1&chapters=&notes=” id=”ep2080″ /]

Defensor de marca roupas-da-Coca-Cola-blusinha

Defensor de marca roupas-da-Coca-Cola-blusinha

 

Porém algumas empresas assumem uma postura errada ou pior, nenhuma postura, esquecendo de dar a atenção ao que estão falando da sua empresa ou da sua marca isso pode acaba construindo uma imagem errada da empresa.

 

Mas como saber o que estão falando da empresa, hoje existe vários softwares que avisa quando a um post, um comentário ou qualquer coisa que falem a respeito da empresa na redes sociais

 

As empresas têm que sair da linha de defesa e perceber que isso não é suficiente para converter usuários em consumidores e consumidores em Defensor de marca. Eles têm que usar sociais mídias como parte de uma grande experiência.

O consumidor 3.0 certamente reafirma que a web social é extremamente importante para os consumidores em todo o mundo, mas as informações cedidas pelas empresa não podem ser equivocadas.

 

Vou dar um exemplo:

Para indicar um Tablet a Apple a minha experiência como o produto tem ter sido ótima, e tenho que conhecer ou ter um lugar onde posso encontrar informações rápidas e fáceis sobre o produto.

 

Dado equivocado sobre produtos e serviço pode causar desconforto ou usuário e ninguém gosta de ser questionado ou culpado por uma compra mal feita.

 

Na pesquisa realizada por Josh McCall sobre o novo consumidor

 

Cerca de (24 %) dos usuários de rede social dizem que “O recomenda produtos para outra pessoa por meio da rede on-line “; entre os consumidores da Geração X, número este sobe para 39 %.

 

Da mesma forma, embora apenas um em cada quatro consumidores em todo o mundo (25 %) e quase um em cada três Brasileiros (31%) concordam que “sites de redes sociais são uma boa fonte de informações sobre experiências de marca (o famoso boca-a-boca  )”,em os EUA(onde o Facebook foi inventado) (19 %) concordam que Eles “não considerar as informações em sites sociais para ser bom pesquisa para decisões de sobre a marca “, apenas 7% consultar primeiro o site da empresa para pesquisar sobre a empresa.

 

Os consumidores do EUA são mais céticos: uma apenas em 10 admite ser influenciados por popularidade marcas ‘em redes sociais ou por Defensor de marca que postam em blogs e no FaceBook opinião sobre o produto.

 

No Brasil os consumidores estão mais inclinados a apertar o botão Curtir “like”. claramente, as empresa  devem olhar para as redes sociais para ampliar  seus Defensor de marca – mas lembre-se que nem todas as formas de defesa são o mesmo.

 

Permitir que os consumidores fizessem recomendações e apoiar iniciativa é uma boa estratégia para adquirir  Defensor de marca e muitas das vezes se consegue um ótimo custo beneficio, outra vantagem e poder coleta de informações sobre a opinião do cliente.

 

E, finalmente o Significado do Defensor de marca ou brand advocate é a integração de cliente, empresa conseguir realizar a satisfação do cliente a tal ponto que ele defenda a marca e ainda faça propaganda espontânea.

 

Este artigo faz parte da serie o novo consumidor

curtir